quarta-feira, 25 de junho de 2008

005 - História Medieval XVI

Este foi o resultado final dos estudos anteriores.
Estudo feito com marcadores sobre cartão...

terça-feira, 24 de junho de 2008

004 - História Medieval XV


Para o mesmo estudo aqui vão mais uns desenhos a lápis sobre papel cavalinho. Aqui começo a preocupar-me já com a parte da definição do símbolo heraldico do cavaleiro e começo a introduzi-lo nos respectivos adereços (escudo na capa, etc...).

segunda-feira, 23 de junho de 2008

003 - História Medieval XIV

Estes são alguns esboços feitos para o estudos de um uniforme militar da idade média (Sec. XIV ou sec. XV).

Nesta fase não estou muito preocupado com o rigor gráfico ou com a simbologia da época. Procuro apenas uma solução gráfica agradável.

quinta-feira, 5 de junho de 2008

002 - História Medieval XIII

Já no rescaldo da batalha, o céu acobreado pelo pôr do sol está a desaparecer do astro, o vento vai acariciando a pele, de maneira suave e quente, aos atarefados homens que terminam já de montar o acampamento. Os corpos dos nativos são queimados, não só para esconder os vestígios da passagem dos Guerreiros Mouros, que provavelmente daqui a uns dias deixarão estas paragens, mas também para evitar a propagação de doenças ....
Os invasores preparam-se agora, para pernoitar. O local está calmo, só se ouvindo ocasionalmente o som do crepitar da fogueira e do metal pertencente aos poucos homens armados que montam sentinela, estrategicamente colocados.

segunda-feira, 2 de junho de 2008

001 - História medieval XII

Este foi o destino de quem quis sobreviver pela fuga. Mas houve também quem se tenha recusado a mostrar as costas ao inimigo e o tenha enfrentado... Apesar de tal demonstração de bravura e coragem o fio frio da lâmina revela-se implacável e inevitável; toda a resistência criada é rapidamente anulada. A desigualdade é mais do que evidente: pescadores contra guerreiros fortemente armados. Tal bravura desperta um sentimento de admiração e compaixão que parece transparecer no olhar dos guerreiros invasores, mas que rapidamente é abafado pelo calor da batalha desaparecendo com um movimento vigoroso de espada, que rápida e impiedosamente marca o desfecho da contenda...